Cybersquatting O que é como se proteger da pirataria digital

Cybersquatting O que é como se proteger da pirataria digital – O mundo digital proporciona nos dias de hoje inúmeras possibilidades, especialmente quando se trata de investir e ganhar dinheiro em um projeto online. 

No entanto, nem tudo são flores quando se trata de internet. Algumas armadilhas no meio do caminho aguardam os mais desatentos. E uma delas é conhecida como Cybersquatting.

O Cybersquatting consiste em uma prática em que é possível efetuar a compra de um domínio com um nome valioso e conhecido no mercado. O intuito disso é vender esse domínio ao titular da marca ou de enganar os consumidores que tentarem acessar tal endereço na web.

Cybersquatting - Entenda o que é como se proteger da pirataria digital
Cybersquatting O que é como se proteger da pirataria digital

Cybersquatting O que é como se proteger da pirataria digital

Como funciona a prática do Cybersquatting

Para compreender melhor como funciona essa irregularidade, imagine, por exemplo, se a Nike não fosse a dona do domínio “Nike.com”. 

Nesse caso, qualquer pessoa poderia se aproveitar do fato de que a marca é conhecida e assim registrar esse domínio para si, tanto para revendê-lo para a Nike ou simplesmente com o objetivo de enganar os consumidores que tentem entrar no site. 

Basicamente isso é o Cybersquatting. Além disso, essa prática pode acontecer com cada uma das extensões de domínio da empresa.

Ou seja, alguém pode praticar Cybersquatting nos domínios “Nike.net”, “Nike. com.br”, “Nike.dk”, entre outros.

Não precisamos nem dizer o quanto isso é prejudicial para a marca, não é mesmo? Levando em conta que uma marca cria um elo muitas vezes emocional com o público. 

Ela é simplesmente o símbolo que carrega os sentimentos de confiança, credibilidade, qualidade, respeito e tudo mais que você coloca na lista de missão e valores para o seu negócio.

No entanto, uma prática enganosa como a Cybersquatting pode abalar essa relação de confiança.

Imagine seu cliente tentando acessar o site de sua empresa, mas repara que caiu em algum site falso e ainda teve os seus dados roubados. 

Dificilmente esse cliente vai retornar para a sua empresa e o pior: certamente não vai recomendar o seu negócio para as outras pessoas.

Viu como o Cybersquatting pode fazer um grande estrago em um negócio?

As diferentes técnicas de Cybersquatting

O Cybersquatting é feito por meio de várias técnicas diferentes que visam registrar domínios semelhantes com o intuito de enganar os consumidores e prejudicar as empresas. Para isso, são utilizados vários artifícios, os quais veremos a seguir. 

Repetição

Essa é a utilização de caracteres repetidos. Eles geralmente enganam usuários que digitam muito rápido, por engano ou batem duas vezes na mesma tecla. Um exemplo disso pode ser “Meuneggocio.com.br”.

Homoglifo

Consiste no uso de letras ou caracteres parecidos com o objetivo de criar um domínio bastante semelhante com o original.

Substituição

Nesse caso ocorre a substituição de uma letra por outra que esteja próxima. Um típico exemplo disso pode ser “Meunefocio.com.br”.

TLD Incorreto

Nessa situação o domínio de nível elevado é substituído por algum outro semelhante. Alguns exemplos disso podem ser “Meunegocio.cm” ou “Meunegocio.co”.

Como se proteger do Cybersquatting

Hoje em dia qualquer pessoa criar um site para o negócio. Plataformas como o WordPress, Webnode e o Joomla! estão aí para isso.

Elas são intuitivas, responsivas, ou seja, tudo o que você precisa para assegurar uma eficiente presença online.

No entanto, a questão do domínio é muito importante para você evitar ser vítima do Cybersquatting. Sendo assim, confira abaixo algumas dicas para você se proteger.

Registro de domínio

Para obter direito sobre o seu domínio, você deve ser o titular do mesmo. O registro de domínios é feito de forma fácil e rápida. Inclusive, a maioria das empresas de hospedagem de site possibilita esse processo.

Registre diferentes variações de seus domínios, até mesmo com extensões diferentes

Para não necessitar entrar em disputas de domínios com outras pessoas e já estar sempre a um passo à frente até mesmo dos concorrentes, efetue o registro de diferentes variações do domínio. 

Ao efetuar o registro dos domínios principais de sua empresa, não se esqueça de registrar variações dos mesmos, inclusive com erros intencionais de tipografia e extensões diferentes.

A prevenção é a principal arma contra a prática do Cybersquatting.

Não se esqueça de monitorar os seus domínios

Além da prevenção, é importante fazer também o monitoramento de todos os seus domínios e de variações do mesmo. 

Nesse caso, existem empresas que oferecem esse tipo de serviço e facilitam sua vida. Por meio delas você estará apto a receber relatórios de domínios antigos e novos que possam influenciar o seu negócio, além de contar com o auxílio de especialistas para os casos de disputa.

A prática de Cybersquatting pode gerar danos irreversíveis para qualquer negócio

O domínio é um componente valioso no seu negócio. É por meio dele que os seus clientes encontrarão o seu site na internet.

E em muitos casos, como em e-commerces, por exemplo, qualquer problema pode gerar prejuízos imensos. 

Portanto, é bom sempre ficar de olho nessas fraudes virtuais, pois cuidar bem do seu domínio é cuidar bem do seu negócio.

Autor: Alan Medeiros – exclusivo para o Inexistentman

Visitado 169 vezes
Compartilhem sem dó!
  •  
  •  
  • 1
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    1
    Share

Inexistent Man

Feita por blogueiros que amam e vivem do que fazem, muitas vezes vivem às duras penas, mas é o que melhor sabem fazer!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.