Nostalgia – os programas que você usava antigamente

Aproveitando que este anos estamos comemorando 25 anos da Internet, vamos voltar um pouco no tempo e relembrar vários programas que só quem viveu aquela época sabe. Muitos desses programas são da era pré-internet, eram distribuídos em disquetes, e na maioria das vezes copiávamos dos amigos, ou obtíamos através dos CDs que vinham em revistas que comprávamos nas bancas, como a Revista do CD-ROM. Na era pós-internet, os sites de downloads mais famosos eram o Download.com e Tucows. Alguns programas sequer existem mais, alguns sobreviveram, evoluíram e estão aí até hoje. Passando pelo MS-DOS, Windows 3.11 e Windows 95, conheça um pouco de como trabalhávamos ou nos divertíamos com computadores nos anos 80 e anos 90!

Yahoo Messenger (1998)

Mensageiro instantâneo do Yahoo. Não fez tanto sucesso quanto o MSN Messenger e ICQ.

MSN Messenger (1999)

Começou atrás do ICQ, mas foi evoluindo rápido e deixou o concorrente para trás. Perdurou até ano passado, quando foi substituído pelo Skype.

ICQ (1996)

Pioneiro no ramo de comunicação instantânea. Pertencia à empresa Mirabilis, depois AOL e atualmente pertence à Mail.ru. A sigla “ICQ” é um acrônimo feito com base na pronúncia das letras em inglês (I Seek You), em português, “Eu procuro você”, porém é popularmente conhecido no Brasil como “i-cê-quê”. Leia Mais sobre o ICQ.

Gaim (1999)

Outro mensageiro instantâneo, atualmente se chama Pidgin.

AudioGalaxy (1998)

AudioGalaxy era um programa de compartilhamento de arquivos via rede P2P. Baixava-se as músicas pelo site, e ele baixava pelo programa AudioGalaxy Satellite (algo semelhante com torrents). Existia um programa que procurava e baixava músicas automaticamente. Na época que eu usava internet discada 0800, deixava o programa baixando músicas o dia inteiro. Foi uma baita mão na roda.

Napster (1999)

O mais famoso e polêmico compartilhador de músicas de todos os tempos. Esse programa revolucionou a forma de distribuir conteúdo digital, pois as gravadoras começaram a ter prejuízo o tiraram do ar. Ele ainda existe, mas vende músicas legalmente.

WinMX (2000)

Outro programa de compartinhamento de arquivos. Usei, mas não curtia muito. Como todos os outros, que usavam servidores, foi tirado do ar fácil.

eDonkey (2000)

Era um pouco lento, mas aqui era possível encontrar músicas raras, álbuns completos e raros, vídeos, programas e muito mais. Em 12 de setembro de 2006, devido a uma decisão judicial da corte dos Estados Unidos, a rede eDonkey foi fechada e a empresa responsável, MetaMachine, deverá pagar indenização de US$ 30 milhões às gravadoras e estúdios.

WinZip (1991)

A primeira versão era um front-end para o PKZip. Em 2006 foi adquirido pela Corel, empresa conhecida pelos produtos CorelDRAW.

ARJ

ARJ era um compactador muito popular nos anos 90, semelhante ao ZIP. Existe até hoje, mas é pouco utilizado devido aos formatos ZIP e RAR. ARJ significa Archived by Robert Jung (criador do programa).

Banner Mania (1989)

Programinha do MS-DOS para fazer faixas. Quem nunca viu desses banners feitos no computador pendurados por aí?

Winamp

Um dos melhores players de MP3 desde aquela época. Tinha uma gama de skins e efeitos visuais, sem falar nos plugins para diversos fins.

Bearshare Lite

Compartilhamento de arquivos.

KazAa (2000)

Era um ótimo compartilhador de arquivos. Mas disseminava uma pancada de vírus também.

Netscape Navigator (1994)

Um dos primeiros navegadores para a internet. Existiam praticamente 2: ele e o Internet Explorer. Deu o último suspiro em 2007.

Internet Explorer (1995)

Navegador da Microsoft, que domina o mercado até os dias de hoje.

GetRight

Em tempos de internet discada e lenta, fazer downloads era um desafio. Nada mais frustrante do que esperar horas para baixar algo e a conexão cair no meio do processo, tendo que começar novamente. O GetRight serve para reiniciar o download de onde parou, economizando muito tempo.

MIRC (1995)

Cliente do protocolo IRC (Internet Relay Chat). Era utilizado para entrar em servidores de chat. Me lembro de poder estilizar o nick com letras coloridas.

JetAudio (1997)

Esse programa tocava de tudo. MP3, MIDI, WAV, CDs, etc.

Real Player (1995)

Programa multimídia, que também tinha um plugin que servia para poder ouvir streaming de áudio em sites. Atualmente se usa mais Flash ou Windows Media Player, mas a tendência é os navegadores suportarem arquivos de mídia nativamente.

Paint Shop Pro (1990)

Programa de edição de fotos, concorrente de peso do Photoshop.

Cute FTP (1996)

Os programas de FTP não eram muito amigáveis visualmente falando. Não era o caso do Cute FTP, que era bem organizado. Usei muito nos sites que eu tinha no antigo XOOM.

Visitado 13.664 vezes
Compartilhem sem dó!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Inexistent Man

Feita por blogueiros que amam e vivem do que fazem, muitas vezes vivem às duras penas, mas é o que melhor sabem fazer!

2 thoughts on “Nostalgia – os programas que você usava antigamente

  • 13/02/2021 em 22:19
    Permalink

    Bom dia.
    Eu sempre amei o Qbasic.exe. Quando o conheci, aprendi na marra, e fiz vários jogos simples e milhares de coisas legais. Com ele aprendi a ser mais perfeccionista do que já era. Abandonei ele por motivos de falta de tempo e por aquisição de “coisas” mais avançadas, mas sempre o amei.
    E ainda o amo; depois de muito tempo, achando na internet um site de números primos, contendo, todos os que são menores que 1 trilhão, encontrei um belo motivo para matar a saudade deste meu grande amor.

    Gostaria de saber se é possível haver um acionamento de uma tecla, feito automaticamente por um programa em “Qbasic”, e como seria essa linha de comando.
    Eu tenho o programa SNARF.EXE, que executo antes do Qbasic, no MS-DOS. O SNARF.EXE é um programa que fica residente na memória, e a função dele é a captura da tela, criando uma imagem “.BMP”. Ele fica a espera do acionamento das teclas combinadas “ALT + S” para a captura. Eu preciso capturar milhares de telas “prontas” ao longo do trabalho feito por um programa “.BAS” no Qbasic. O programa “.BAS” roda sem problemas com a tecla “ALT” travada (constantemente acionada); assim basta que a tecla “S” seja acionada para que a tela seja capturada pelo SNARF.EXE. Se o próprio programa “.BAS” não realizar o acionamento da tecla “S”, eu tenho que ficar por muitas horas no teclado, acionando essa tecla, sempre que a tela estiver “pronta”, e isso ocorre a cada 6 ou 10 segundos, ininterruptamente.
    Como, então, eu programo o arquivo “.BAS” para ele executar essa “teclada”, que seja válida para o SNARF.EXE aceitar como sendo feito no teclado físico, e assim capturar a tela.
    Espero que ainda tenha alguém recebendo comentários aqui, e que possa responder, me informando como eu resolvo essa questão.
    Obrigado.

  • 26/02/2021 em 20:40
    Permalink

    Olá Wagner, gostaria de ajudar, mas não dá. Complexidade para automatizar um comando, ou tecla, já é tarefa para os cobras. Talvez em algum fórum específico seja mais apropriado. Lamento, mas nem o Caetano, criador desse site, daria conta de sua solicitação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.